Faça amor, não faça golpe!


Pessoal da Universidade de Brasília fazendo bonito na resistência ao golpe.

Impeachment é constitucional somente quando à crime cometido pela presidência. Dilma não responde nenhum processo ou denúncia por delito, apenas julgamentos políticos de baixa fundamentação.



A mobilização popular, a cidadania que resiste nas ruas e nas redes terá que crescer ainda mais para ter chance de barrar a tentativa de golpe. O verdadeiro golpe não será apenas a deposição da presidenta Dilma, o golpe completo incluirá um programa radical de retirada de direitos constitucionais do povo trabalhador e redução do Estado, via privatizações e redução dos programas sociais. Regado a muita repressão social, redobrado via a Lei Antiterrorismo e o arbítrio de um judiciário completamente partidarizado.

Mobilização só crescerá se disputarmos símbolos, como forma de furar o bloqueio imposto pelo monopólio midiático.

Criatividade é uma ferramenta que a esquerda sempre se valeu. A espontaneidade das ações deve florescer cada vez mais, transbordar em formas, mas tendo um único sentido: a democracia deve ser defendida, a todo o custo, com a firmeza que a urgência dos fatos colocam, mantendo amor e alegria na forma e no conteúdo de nossas ações.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário